Gisleide e Rodrigo: juntos até nos negócios

28/07/2022

4min

ger gastronomia

Rodrigo Wellington da Silva dirige com a irmã, Gisleide, em Guarulhos, na Grande São Paulo, a GER Gastronomia, que hoje administra uma lanchonete, um restaurante, serviços de buffet para eventos e uma pequena fábrica de congelados.

 

Os irmãos sempre caminharam lado a lado

Aos 13 anos, Rodrigo começou sua vida profissional como empacotador de um supermercado, onde a irmã, Gisleide, era operadora de caixa. Aos 17, ingressou como estagiário em uma grande empresa multinacional.

E, sempre com caminhos convergentes, por dez anos, ele e a irmã — embora em empresas diferentes — trabalharam em um complexo logístico em Guarulhos. Ele conta que, cada vez que iam juntos para o trabalho, comentavam o que poderiam fazer para achar alguma forma de complementar suas rendas: “Pensamos num monte de coisas!”.

Até que, em 2009, quando ele já era Gerente de Projetos na empresa, surgiu a oportunidade que estavam buscando: o espaço reservado para um café no complexo estava vago e eles decidiram encarar.

 

Nasce a GER Gastronomia: resultado dessa grande união

Rodrigo se desligou da empresa e eles montaram o Café Chaplin. Ele conta entusiasmado: “Ah, foi muito legal! Abrimos com um mix bem amplo, cuidando muito da qualidade. Tanto que, desde o início, o café se pagou e logo ficou pequeno.”

Dois anos depois, em 2011, uma nova porta se abriu: o espaço do restaurante também ficou vago e eles resolveram assumir. Montaram a GER Gastronomia (G de Gisleide e R de Rodrigo).

“Nela aplicamos tudo o que aprendemos nas multinacionais em que trabalhávamos. Além disso, participei de vários treinamentos. E aí, padronizamos os processos, investimos muito em automação e montamos uma equipe sem chefes ou níveis hierárquicos, onde todo mundo gosta do que faz.”

 

Um grande negócio

O resultado é que hoje a GER Gastronomia, além do café, da lanchonete e do restaurante do complexo logístico, administra também serviços de catering para empresas de fora, oferece serviços de buffet para eventos e, mais recentemente, desenvolveu uma pequena indústria de pratos congelados, onde produz cerca de 70 receitas, das mais simples até as mais sofisticadas. Além de tudo isso, agora o casal de irmãos ainda está iniciando uma operação de micromarketing, que já tem duas unidades. 

Cliente fiel do Atacadão e vizinho (seus negócios ficam a apenas 600 metros da loja), ele brinca que “o nosso estoque é no Atacadão”. E completa: “Temos uma sinergia muito boa! E o melhor de tudo é a gente perceber que, ao mesmo tempo em que nós fomos crescendo e melhorando nos últimos anos, o Atacadão também melhorou. É impressionante constatar essa evolução do Atacadão, em todos os sentidos, desde que começamos.”

Deixe uma resposta

Página Inicial