O supermercado Atacadão tornou-se aliado de João Miguel Agostinho

28/03/2022

4min

João Miguel, Português parceiro do Atacadão

O português João Miguel Agostinho, de 49 anos, deixou sua cidade natal, Portimão, há menos de uma década e começou uma nova vida com sua família, no Brasil, em Imperatriz (MA). Desde então, opera três unidades de um braseiro, com o intuito de crescer cada dia mais, pois seu trabalho sempre foi a essência para o seu fortalecimento.

Nascido em Portimão, cidade portuária da região do Algarve, em Portugal, João Martins há muitos anos já trabalhava com restaurantes na sua terra natal. Certo dia, decidiu passar férias no Brasil, mais especificamente no Maranhão, e ao voltar para casa colocou na cabeça que iria se mudar para Imperatriz. 

Até que, em 2013, depois de muito planejamento, realizou o tão sonhado objetivo e chegou à cidade, junto de sua esposa e os dois filhos. Logo em seguida, se organizou novamente, para abrir um braseiro, em que, apropriadamente, colocou o nome de “Casinha Portuguesa”. Trazendo sua essência e costume, de sua terra natal. 

Algarve, em Portugal, cidade portuária

 

A ideia do seu estabelecimento

Ele conta que a princípio, sua ideia foi de abrir um lugar diferenciado, com conceitos que pudessem oferecer variedades de cortes de carnes altamente qualificados, como frango assado, costela, cortes suínos e linguiças. Inclusive, algo que não poderia faltar de forma alguma, eram os frutos do mar, como camarão, lula, polvo e claro, os peixes, principalmente o bacalhau. Tudo à disposição do freguês, que chega, escolhe, pesa, paga e leva para casa. 

Atualmente, ele já possui três unidades na cidade, em três pontos estratégicos, duas das quais junto a faculdades, e emprega 15 funcionários qualificados para o atendimento, pois conta com um ótimo sistema de automação comercial. Está muito satisfeito com os resultados de seu trabalho, planeja expandir o negócio e inclusive, já tem como meta abrir uma unidade na capital, São Luís. 

cortes de carne suína e linguiça

 

Sobre o Atacadão 

Cliente do Atacadão desde que entrou no estabelecimento, pela primeira vez, ele abre um sorriso e diz: “Bom, este supermercado é o meu parceiro número 1 há muitos anos”. Completou: “A maioria das minhas compras eu só faço no Atacadão, como, por exemplo, um de meus carros-chefes, o frango, só compro lá”. 

João Miguel fala também que traz de Portugal, uma cultura de trabalho totalmente pautada por um nível de exigência alto e assim, fala sobre a sua lealdade e confiança pelo Atacadão: “Sou muito organizado e preciso que todas as mercadorias estejam em minhas lojas, no horário estipulado, até as 10h da manhã”. 

Por este motivo ele costuma chegar bem cedo no Atacadão, para realizar suas compras de modo agradável. “O mercado disponibiliza muita variedade, sem falar do ambiente totalmente agradável e organizado, após isso, volto em minhas lojas, organizo meu estoque e começo a trabalhar o dia”. Finaliza. 

Sua vida no Brasil

Perguntamos se ele ficará em definitivo no Brasil e sua resposta foi: “Com toda certeza! O Brasil é um diamante bruto, na minha opinião. Há muita coisa boa por fazer aqui, além de sua beleza tropical”. Além disso, devido ao seu trabalho árduo e bem estruturado, seus ativos financeiros vão muito bem. 

Deixe uma resposta

Página Inicial