Livro: É possível ser feliz

03/06/2022

7min

holocausto

Lançado no Brasil em agosto de 2021, pela editora Intrínseca, esta biografia conta a história de vida de Eddie Jaku. Judeu e alemão, que sentia orgulho de seu país até que, em novembro de 1938, dez nazistas invadiram sua casa e o espancaram quase até a morte. Naquela noite, que ficou conhecida para sempre na História como a Noite dos Cristais, Eddie foi preso e levado a um campo de concentração.

Dali em diante, por sete anos de sua vida, enfrentou diariamente horrores que só quem viveu o Holocausto é capaz de imaginar, nos campos de Buchenwald e Auschwitz e, por fim, na Marcha da Morte nazista. Perdeu familiares e amigos, mas sobreviveu. Depois das provações que sofreu, jurou sorrir todos os dias que ainda restavam da sua vida. Em uma linda homenagem àqueles que não resistiram, Eddie Jaku agora conta sua história, compartilha sua sabedoria e leva hoje a melhor vida possível, pois acredita ser “o homem mais feliz do mundo”.

Publicado pouco depois do aniversário de 100 anos do autor, o livro, poderoso e emocionante, é uma lição de esperança que nos mostra que, mesmo após situações tenebrosas, ainda é possível ser feliz.

Pós-pandemia

Setor de eventos projeta retomada de 100% da capacidade durante 2022

O segmento de eventos de negócios e entretenimento, que inclui feiras corporativas, shows, exposições, bienais e competições esportivas de rua, começa a retomar a presença de público e espera acelerar a atividade nos próximos meses, com o avanço da vacinação e de autorizações do poder público. Um dos primeiros a parar na pandemia, o setor é agora um dos últimos a iniciar a recuperação.

O presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), Doreni Caramori Júnior, estima que “o plano é voltar a operar com 50% da oferta regular do mercado nos próximos três meses”. Em 2022, ele espera que 100% da programação de eventos tenha voltado – o que representa, em média, 440 mil eventos no ano. Incluindo dezenas no setor de varejo, como as convenções supermercadistas, entre as quais o destaque é a APAS Show, confirmada para 16 a 19 de maio, no Expo-Center Norte (SP).

Supermercados

Abertura de lojas cresce em 2021

 

Nos primeiros seis meses de 2021, o número de novas unidades de supermercados no país registrou um expressivo crescimento de 43,9% em relação ao mesmo período de 2020, quando as inaugurações foram em sua maior parte adiadas em função da pandemia da Covid-19.

Apenas em São Paulo foram abertas quase 7 mil novas lojas, seguindo-se os estados da Bahia (com cerca de 4 mil unidades) e Minas Gerais (3,3 mil), além de Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Ceará, todos com mais de 2 mil inaugurações.

O levantamento foi feito pela Geofusion e a tendência de expansão do setor – que vem desde 2015 – é creditada agora ao fato de as pessoas terem ficado mais tempo em casa, aumentando o consumo de alimentos nos domicílios.

Imposto

Imposto de importação cai 10%

Os Ministérios da Economia e Relações Exteriores anunciaram no início de novembro de 2021, em nota conjunta, a redução, em 10%, do Imposto de Importação de 87% dos produtos do universo tarifário, com exceção, por exemplo, de bens como automóveis e do segmento sucroalcooleiro. A medida decorre da dificuldade que o país encontra em avançar nas negociações com seus parceiros do Mercosul, eis que normalmente isso precisaria ser feito de forma conjunta. A medida é temporária e vale até o fim de 2022.

Open Banking integrado ao pix beneficiará varejo

O leque de oportunidades de vendas para o varejo tende a aumentar com a chegada da fase 3 do Open Banking no Brasil, cuja principal novidade é a integração com o Pix, sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central.

Nesta nova etapa, os consumidores poderão fazer transações, como pagamentos e transferências, utilizando o Pix no âmbito do Open Banking. Ou seja, será possível fazer um pagamento via Pix por canais que não necessariamente são o internet banking do seu banco. 

Uma nova figura regulada pelo Banco Central entra no ecossistema: os iniciadores de pagamentos (ITPs). 

Ou seja, as varejistas podem passar a oferecer ITPs próprios oferecendo ao cliente uma nova opção de pagamento.

Pesquisa

Brasileiros preferem almoçar junto com colegas de trabalho

Para a maioria dos brasileiros, o almoço é considerado a principal refeição e precisa ter alimentos que tragam variedade de opções, equilíbrio e saudabilidade. Já o café da manhã e jantar precisam proporcionar praticidade e economia de tempo, uma vez que são refeições antes ou pós-trabalho. É o que aponta um levantamento feito pela Sodexo On-Site, braço de alimentação corporativa e serviços de apoio a empresas da Sodexo, em parceria com a Wake Insights, para entender as novas necessidades, valores e hábitos do brasileiro no ambiente de trabalho.

O levantamento também aponta que as pessoas buscam se alimentar acompanhadas por seus colegas de trabalho no almoço, até mesmo em seus momentos de lazer, pois a conexão social é muito valiosa. Os entrevistados disseram que, atualmente, buscam estar conectados física ou virtualmente com pessoas o máximo possível e que a hora da refeição traz mais aconchego e liberdade para isso. 

Mais do que um espaço para realizar a refeição, os consumidores buscam por um restaurante que proporcione um momento de descompressão e relaxamento, que tenha o cuidado de disponibilizar informações nutricionais e ofereça eventos de quebra de rotina.

Para a CEO de Serviços Corporativos da Sodexo On-Site, Andrea Krewer, “o momento de alimentação se torna uma ação que impacta diretamente no bem-estar e qualidade de vida das pessoas. Por isso, na rotina intensa do dia a dia, é muito importante que esses momentos tragam cuidados com o corpo e a mente”.

Deixe uma resposta

Página Inicial